O IMT actualizou a informação sobre os armadores nacionais de comércio marítimo. São 34 e controlam 52 navios. O maior, em número de unidades, é a Navegar.

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) acaba de actualizar a informação sobre os armadores nacionais, com navios próprios e/ou afretados. Baseado na Inteligência Artificial, o novo relatório estatístico disponibiliza também, em tempo real, informação sobre a localização de cada um dos navios.

E quantos são os armadores nacionais? E quantos navios constituem a sua frota? De acordo com a informação disponibilizada pelo IMT, contam-se 35 armadores (na verdade, 34, uma vez que a Recheio tem como único activo o ex-bacalhoeiro Santa Maria Manuela), que controlam 53 navios (52, pelos motivos já referidos) próprios ou afretados.

O maior armador, em número de navios, é a Navegar, que opera uma frota de 17 unidades, todos navios de transporte de produtos químicos. Seguem-se-lhe a GS Lines (Grupo Sousa), com dez navios, cinco porta-contentores, quatro de carga geral e um navio-tanque. A Sacor Marítima tem registada seis unidades, entre petroleiros e transportes de químicos; e a Transinsular cinco (porta-contentores e navios de carga geral).

Ership (três navios), PSL Navegação (dois), Mutualista Açoreana (dois) Tejo Shipping Line (dois) e Seacarrier (um) completam a frota de navios de transporte de mercadorias. Acrescem os dois navios da Atlânticoline e um da Sofrena, no transporte de pasageiros, e um ro-ro da Porto Santo Line. ENM Ferries e Vieira & Silveira não têm navios registados.

Os navios de transporte de produtos químicos representam mais de um terço da frota nacional (38%), seguidos dos navios de carga geral com 26%. Os porta-contentores constituem 13% da frota, enquanto os petroleiros são 8% e os graneleiros 6%.

Em termos de idade média, os navios petroleiros são os mais jovens de todos, com dez anos, seguindo-te os químicos, com 17, os porta-contentores, graneleiros e ro-ro com 17 e, por fim, os navios de carga geral com uma média de 18 anos de idade. (O Santa Maria Manuela conta 83 Primaveras, note-se a título de curiosidade).

A bandeira portuguesa (registo convencional e registo internacional da Madeira) concentra 38 navios, sendo largamente marioritária. Entre os outros registos contam-se, por ordem de importância, a Antígua e Barbados (quatro navios), Malta (3), Chipre (2), Itália (2), Cabo Verde, Grécia, Ilhas Marshall e Turquia, com um registo cada.

 

Comments are closed.