O Governo aumentou de 3,66 milhões para quatro milhões de euros o montante disponível para apoiar os armadores na contratação de tripulantes nacionais. E com isso garantiu a satisfação integral de todos os pedidos.

Juntas, as seis companhias com navios inscritos no registo convencional que se candidataram aos apoios estatais irão receber cerca de 3,96 milhões de euros.

A Transinsular distingue-se das demais ao embolsar 2,3 milhões de euros. A Mutualista Açoreana receberá perto de 668 mil euros e a Empresa de Navegação Madeirense quase 392 mil euros. A Vieira & Silveira encaixará 242 mil euros, a Portline 221 mil euros e a Boxlines 112 mil euros.

Estes montantes visam atenuar os encargos que os armadores nacionais suportam com as tripulações dos seus navios inscritos no registo convencional, que são substancialmente mais elevados do que os inerentes à contratação de tripulações não comunitárias.

O despacho do secretário de Estado dos Transportes que fixa os incentivos foi hoje publicado em Diário da República.

Comments are closed.