A italiana Atlantia anunciou que vai adquirir os 15,49% detidos pela Goldman Sachs Infrastructure Partners na Getlink, concessionária do túnel ferroviário da Mancha.

A Atlantia pagará 12,4 euros por acção da Getlink, o que eleva o negócio para 1 056 mil milhões de euros. A companhia italiana passará a deter 26,66% dos direitos de voto da Getlink. E será a maior accionista da empresa.

A Atlantia opera 5 000 km de auto-estradas portajadas em Itália, Brasil, Chile, Índia e Polónia. Administra, além disso, os aeroportos italianos de Roma Fiumicino e Roma Ciampino, assim como os franceses de Nice, Cannes-Mandelieu e Saint Tropez. E está na corrida às auto-estradas espanholas, mediante uma OPA.

“O investimento na Getlink representa uma oportunidade financeira interessante para o grupo”, justifica, em comunicado, o CEO da Atlantia, Giovanni Castellucci. “É um negócio muito bem gerido com forte histórico e gestão competente. Estamos orgulhosos de nos tornarmos no maior accionista da Getlink e estamos ansiosos para contribuir para o sucesso da companhia e da equipa de gestão”, acrescenta Castellucci.

O presidente e CEO da Getlink, Jacques Gounon, afirma, por seu turno, que o investimento de “um operador importante no mundo das infra-estruturas” é “um sinal de estabilidade e muito positivo” para accionistas e trabalhadores. “Esta posição mostra grande confiança no futuro do Getlink e abre oportunidades muito construtivas para o desenvolvimento”, disse.

 

Comments are closed.