Oito mil milhões de euros é o custo previsto túnel ferroviário de Brenner Base, destinado a ligar a Áustria e a Itália sob os Alpes.

Os governos dos dois países chegaram finalmente a acordo sobre o custo estimado do projecto e o seu financiamento, pelo que as obras de escavação do túnel, de 55 quilómetros de extensão, podem avançar.

O túnel ferroviário – constituído na prática por dois tubos paralelos – ligará Innsbruck, na Áustria, a Fortezza, em Itália. O empreendimento é a peça-chave do Projecto Prioritário 1 da Rede Transeuropeia de Transportes (TEN-T), que prevê a ligação de Berlim a Palermo. Bruxelas financia o projecto com cerca de um milhão de euros.

A construção do túnel ferroviário deverá permitir descongestionar a auto-estrada que cruza a Brenner Pass, criando uma alternativa ferroviária capaz (a actual ligação é feita em altitude, o que limita a velocidade das composições). O tempo de viagem entre Innsbruck e Bolzano será reduzido das actuais duas horas para cerca de 50 minutos.

As estimativas apontam para que diariamente 320 comboios de mercadorias e 80 composições de passageiros circulem na nova via. Que será o segundo maior do mundo, depois do túnel de São Gotardo.

Comments are closed.