A Áustria preparara-se para expandir os serviços de auto-estrada ferroviária para retirar tráfego rodoviário do corredor de Brenner.

A operadora ÖBB aumentará o número de comboios para reforçar a capacidade na auto-estrada ferroviária transalpina, dos actuais 200 mil camiões por ano para cerca de 450 mil em 2021. Assim, está previsto que, a partir de 1 de Janeiro de 2020, o número de serviços diários de auto-estrada ferroviária na rota Wörgl- Brennersee aumente de 18 para 21, com mais três a serem acrescentados até Janeiro de 2021.

Também na rota Wörgl-Trento serão incrementados os serviços. Nesse trajecto, passarão dos três disponíveis no presente para dez em cada direcção até 1 de Janeiro de 2021. Em Janeiro de 2020 haverá, também, o lançamento de um serviço diário na rota Regensburg-Trento, oferta que será aumentada para cinco comboios por dia em Janeiro de 2021.

O aumento do número de serviços de transporte combinado rodo-ferroviário é um dos dez pontos que constam do plano para reduzir o impacto ambiental do trânsito de camiões na parte da rota do Brenner que passa pela Áustria. Essa estratégia foi concertada, no fim de Julho, pelos ministros dos Transportes da Alemanha e da Áustria e pelo governador do Tirol.

Entre outras medidas do plano estão melhorias nos terminais ferroviários de Munique-Riem e Regensburg, a aceleração da instalação do sistema europeu de controlo ETCS na rota Brenner e a cooperação técnica para desenvolver um sistema automatizado e “inteligente” para controlar o fluxo de camiões que transitam pela auto-estrada do Brenner.

As medidas políticas incluem ainda a procura de mais apoio para o tráfego rodoviário intermodal da Comissão Europeia e a reformulação de directivas europeias, enquanto a Alemanha e as autoridades regionais da Baviera concordaram em tentar acelerar o processo de planeamento das melhorias necessárias para as vias de acesso ao túnel da base do Brenner, que só deverá abrir em 2027 ou 2028.

 

Comments are closed.