A Áustria anunciou que, a partir de Maio, limitará a circulação de camiões na região do Tirol a veículos mais poluentes. Para efeitos de controlo, os camiões terão de estar identificados com um autocolante com a classe Euro que cumprem.

Tirol

Além das já conhecidas proibições de circulação de camiões com mais de 7,5 toneladas (a partir de Julho de 2018) no Vale de Inn, a lei sobre a protecção do ar contra a contaminação (IG-L) aplica também várias restrições à circulação na região do Tirol, das quais apenas estão isentos os veículos menos poluentes, ou seja, os que cumprem a norma Euro VI.

A lei estabelece que, a partir de Maio de 2017, a classe Euro terá de ser acreditada mediante identificação de acordo com a Ordem de identificação de gases de escape prevista pela IG-L. A partir daquela data, todos os camiões deverão estar identificados com um autocolante com a classe Euro que cumprem. A ausência desse autocolante dá lugar a multa, que pode chegar a 2180 euros.

Esta medida de restrição à circulação de camiões na Áustria segue-se a outras, como a de camiões com mais de 7,5 toneladas em alguns horários e datas na A12. No troço entre Kufstein e Zirl, os camiões de +7,5 t  das classes Euro 0, I e II não podem circular. As restantes normas Euro podem fazê-lo caso tenham um dos referidos autocolantes IG-L.

Sempre que, no passado, a Áustria tentou restringir a circulação de camiões nas suas estradas foi proibida pela União Europeia. O país recorre agora às normas ambientais como forma de lograr esse objectivo.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.