A VW Autoeuropa enviou esta semana o primeiro trailer, de Setúbal para a Alemanha, iniciando aquilo que os responsáveis do porto sadino esperam se torne um fluxo regular com o porto de Emden.

O semi-reboque, que foi embarcado no ro-ro Emden (uma coincidência), deverá regressar da Alemanha carregado com componentes destinados à linha de montagem da fábrica de Palmela.

No caso, a cadeia de abastecimento logístico da VW Autoeuropa é da responsabilidade do Grupo Sesé. O navio foi agenciado pela Navigomes.

Do Porto de Setúbal sublinha-se que este tipo de operação consubstancia uma efectiva transferência modal de cargas, da rodovia para o short sea, numa lógica de transporte porta-a-porta que está também subjacente ao conceito das “auto-estradas do mar”.

A cadeia de abastecimento da Autoeuropa assenta essencialmente na rodovia. Os responsáveis da fábrica de Palmela há muito reclamam alternativas, fiáveis e mais amigas do ambiente. Contudo, a experiência do “comboio da Autoeuropa” não vingou. A utilização da via marítima, com recurso a trailers embarcados, está agora a ser tentada.

Comments are closed.