A automação poderá ajudar o sector do transporte marítimo a responder à falta de mrinheiros. Os especialistas perspectivam que em 2025 haverá menos 147 000 profissionais do que os necessários.

marítimos

“O número de pessoal qualificado em várias funções está em declínio há vários anos. Em 2010, o Relatório Manpower da BIMCO e da ISF calculou a oferta global de marinheiros em 624 000, em comparação com uma procura de 637 000, concluindo que os números eram ‘quase ideais’”, indica, citada pela assessoria de imprensa, a directora de marketing da Seatrade, Emma Howell.

“No entanto, até 2016, a carência atingiu 16 500 marinheiros e deverá aumentar para 147 000 em todo o mundo até 2025. Nos Estados Unidos, os números publicados em 2016 pela Administração Marítima dos EUA colocaram a queda do país em 70 mil marinheiros até 2022”, acrescenta a mesma fonte.

O tema será discutido numa conferência que a companhia vai promover, em Abu Dhabi, de 25 a 27 de Setembro.

Comments are closed.