A espanhola Adif Alta Velocidade iniciou os trabalhos de assentamento da via no troço Cáceres-Mérida da futura linha de Alta Velocidade que há-de ligar a Extremadura, a oartir da fronteira portuguesa, a Madrid.

Alta Velocidade

A construção da via no trajecto Cáceres-Mérida-Badajoz, a cargo da Ferrovial-Agromán, já se iniciou em Dezembro passado. Agora chega a hora de colocar as travessas e os carris. Os trabalhos estendem-se por uma extensão de 40,5 quilómetros, dividida em dois troços: Cáceres – Aldea del Cano e Aldea del Cano – Mérida, tendo começado pelo primeiro.

No imediato, a linha será construída em bitola ibérica, mas assente em travessas polivalentes, para permitir uma futura migração de bitola para a medida IUC.

A conclusão da nova via permitirá de imediato a sua integração com a rede convencional espanhola, assim reduzindo os tempos de viagem entre a Extremadura e Madrid, assegura a Adif Alta Velocidade.

 

 

Comments are closed.