O mês de Outubro foi o “melhor de sempre” na história do Porto de Aveiro, que conseguiu ultrapassar “pela primeira vez” o meio milhão de toneladas de mercadorias movimentadas, anunciou a administração portuária.

Porto de Aveiro - Sograin

 

“O mês de Outubro de 2016 torna-se o melhor mês de sempre no Porto de Aveiro no que diz respeito à quantidade de mercadorias movimentadas, ultrapassando também pela primeira vez o meio milhão de toneladas, num total de 501 mil”, refere em comunicado a empresa liderada por João Pedro Braga da Cruz.

Para este novo máximo “contribuiu de forma muito significativa o aumento na movimentação de carga geral, que em relação ao mês transacto subiu 99%”. “No mesmo período, também se observa um crescimento de 57% nos granéis sólidos e de 19% nos granéis líquidos”, acrescenta o documento.

O anterior recorde mensal datava de Maio do ano passado, quando Aveiro movimentou 465 mil toneladas.

“Este resultado é ainda mais relevante porquanto excede em 50% a média mensal de movimentação de mercadorias no Porto de Aveiro dos últimos cinco anos”, salienta.

 

Este artigo tem1 comentário

  1. Não seria necessária a estatística para chegar a esta conclusão. O Porto de Aveiro, abriu uma nova fase de operacionalidade e os resultados estão à vista. Terminaram as forças de bloqueio, que tudo fizeram para que assim não fosse. Afinal, a entrada de novos operadores portuários, teve um efeito positivo, e os resultados estão à vista. Explicar toda a história, daria um livro com vários volumes, o que para agora, não interessa. Há um grupo de ESTIVADORES, que foram uns GIGANTES, e participaram neste sucesso do Porto de Aveiro, e vão colocar o porto entre os melhores. O papel desses Trabalhadores, associado ao empenho do operador portuário, PTM Ibérica, que neles acreditou, faz pensar num futuro mais risonho. Também o papel do ex-administrador da APA (Eng. José Luís Cacho), e da sua equipa, foi muito importante, pois perceberam qual o caminho a percorrer, para “novas cargas” para Aveiro. VAMOS TODOS APOSTAR NO SEU CONTINUADO CRESCIMENTO.