Anuncia-se para o próximo dia 25 o início de um serviço de avião cargueiro entre Lisboa e o Funchal. A iniciativa é da MAIS – Madeira Integrated Air Services e da espanhola Swiftair.

swiftair

O rosto do novo projecto é António Beirão, que assim acumula a liderança da MAIS com a da ALS.

O serviço será operado por um ATR da Swiftair, com capacidade para transportar entre 5 e 8 oito toneladas de carga. Os voos acontecerão todos os dias, de terça-feira a sábado, com saídas de Lisboa previstas para as 6h30 e regressos a partir do Funchal agendados para as 14h30.

Em declarações à imprensa mandeirense, António Beirão manifestou-se, naturalmente, optimista, sustentando que o mercado estará disponível para pagar mais por um serviço de melhor qualidade (os transit times são incomparáveis aos do transporte marítimo), e arriscando mesmo um paralelismo com o que se passa nas ligações entre as Canárias e Espanha, onde a procura obriga a multiplicar a oferta de capacidade.

Mais, António Beirão admite até uma candidatura à concessão da ligação aérea entre o Funchal e Porto Santo, para o que estará a desenvolver contactos e a recolher informações.

À saída do Funchal, a MAIS aposta sobretudo em captar os tráfegos de pescado e outros bens perecíveis. Para isso, contará com a colaboração de um operador logístico local com experiência nesse mercado.

Será desta?

Esta não é a primeira vez que se anuncia um serviço de avião cargueiro entre o Continente e a Madeira. Ainda em 2015, a FlyMii apresentou com algum estrondo um serviço algo semelhante ao agora previsto, com voos diários de terça-feira a sábado.

Na altura, a operação seria realizada com um Bombardier CRJ fretado a uma companhia dinamarquesa, com uma capacidade de carga máxima de 8 oito toneladas.

Então, o líder do empreendimento referiu estudos de mercado que apontavam para uma procura diária de 12 toneladas de Lisboa para o Funchal, e de apenas uma tonelada no sentido inverso.

O projecto não vingou.

Comments are closed.