A integração dos negócios da carga da British Airways e da Iberia dará origem a uma das dez maiores companhias de carga aérea do mundo.

A nova entidade reportará directamente à holding IAG, que controla a BA e a Iberia. Steve Gunning, até agora responsável pela BA World Cargo, será o director geral, enquanto Díez Barturen, que dirigia a Iberia Cargo, será o director geral adjunto.

A ideia é buscar sinergias em termos de back office e procurement, e também na oferta de uma rede mais alargada de serviços aos clientes com a combinação dos networks de cada uma das companhias. Sendo a BAWC mais forte na Ásia, América do Norte e África, e tendo a Iberia Cargo uma forte presença na América Latina.

A exemplo do que se verifica no negócio das passagens, também na carga serão mantidad as duas marcas actualmente existentes – BAWC e Iberia Cargo. Mas a partir do próximo mês ambas venderão a oferta de serviços da outra.

No ano passado, as duas companhias obtiveram um volume de receitas agregado de mais de 1,1 mil milhões de euros no negócio da carga, tendo realizado mais de 5,89 mil milhões de toneladas-km. A sua rede cobre mais de 200 aeroportos em todo o mundo e emprega uns 2 700 trabalhadores.

O processo de fusão não tem ainda uma data limite para ficar concluído.

Os comentários estão encerrados.