A Baleària vai investir 60 milhões de euros nos próximos dois anos para reconverter cinco ferries em GNL.

Baleària reconverte cinco navios para GNL

Segundo o anúncio da Baleària, o Nápoles será o primeiro navio a ser remotorizado para poder alimentar-se a gás natural liquefeito, em vez do tradicional bunker.

Os outros navios que serão reconvertidos são o Abel Matutes, Sicilia, Bahama Mama e Martin i Soler.

Com a reconversão dos cinco navios, a Baleària estima reduzir a zero as emissões de enxofre e de partículas, e evitar 45 mil toneladas de CO2 e 4 400 toneladas de óxidos de nitrogénio.

Mas a companhia espanhola não pretende ficar por aqui. Em estudo estão mais dois navios alimentados a GNL, que se juntarão aos dois “smart ships” em construção nos estaleiros italianos Visentini. Dentro de três anos, a Baleària poderá dispor, assim, de nove navios a GNL.

Desde 2012 que a Baleària se interessa pela utilização do GNL como combustível marítimo. O armador firmou recentemente com a Gas Natural Fenosa (agora Naturgy) um contrato para o fornecimento exclusivo de GNL por um prazo de dez anos.

 

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.