A Baleària começou a operar o seu terceiro navio a GNL, o Abel Matutes. Em 2021, serão nove, seis remotorizados e três novos.

Baleària prevê ter nova navios a GNL em 2021

Cinco meses volvidos, o Abel Matutes dispõe agora de dois motores bifuel, que lhe permitem navegar indistintamente a fuel ou a GNL. Para o gás natural, a Baleària fez instalar dois tanques de 178 m3, que garantem ao navio uma autonomia de mais de mil milhas marítimas.

O Abel Matutes é o terceiro navio a GNL da frota da Baleària. Os outros dois são o Nápoles, também remotorizado, e o Hypathia de Alexandria, de construção nova.

Até 2021, a Baleària pretende ter uma frota de nove navios alimentados a GNL. Serão três de construção nova e seis remotorizados.

A utilização de GNL como combustível reduz em 35% as emissões de CO2, em 85% as de Nox (óxido de nitrogénio) e em 100% as de enxofre e partículas.

Comments are closed.