O ferry Abel Matutes, operado pela Baleària, vai receber o primeiro motor marítimo a GNL de Espanha, fruto de uma parceria entre a Gas Natural Fenosa e a Rolls-Royce.

De acordo com as empresas envolvidas, o motor auxiliar a LNG Rolls-Royce Bergen C26:33 L6 AG, que será montado no navio, permitirá ao ferry ro-pax de 29 670 toneladas (em navegação desde 2010) produzir 1560 kWe de potência, reduzindo as emissões na estadia nos portos de Barcelona e Palma da Maiorca.

As previsões do construtor de motores apontam para uma redução anual de quase 4 000 toneladas de CO2, mais de 60 toneladas de NOx e seis toneladas de SOx.

“É um marco que nos vais permitir sermos pioneiros na utilização de gás natural nos ferries e, ao mesmo tempo, sermos mais sustentáveis. Além de reduzir as emissões de CO2 em 40%, também nos permite reduzir os custos com combustível. O Abel Matutes pode muito bem vir a ser incluído no futuro numa rota nas zonas ECA”, afirmou, citado pelo comunicado de imprensa, o presidente do grupo Baleària, Adolfo Utor.

“Espanha tem potencial para ser um ‘player’ importante no mercado de GNL. Este acordo com a Gas Natural Fenosa é um passo gigante no sentido da redução de emissões, adiantando-se a regulações futuras”, referiu, por seu turno, o administrador responsável comercial na área marítima da Rolls-Royce, John Knudsen.

Tags:

Os comentários estão encerrados.