O Porto de Barcelona anuncia para 2019 o arranque de uma auto-estrada ferroviária entre a cidade condal e Paris, com posterior extensão à Alemanha.

AE ferroviárias

Prevê-se que a auto-estrada ferroviária Barcelona-Paris tenha três comboios diários em cada sentido, o que eleva a capacidade anual prevista para 45 000 semi-reboques, com duas composições a chegarem à Alemanha (capacidade anual de 30 000 semi-reboques).

A empresa VIIA, gestora de auto-estradas ferroviárias, participada da SNCF, já mostrou interesse em operar o serviço, garantindo para tal um investimento de 55 milhões de euros em material ferroviário próprio.

Para viabilizar o projecto o Porto de Barcelona prevê a construção de um novo terminal ferroviário – que se construirá no antigo leito do rio Llobregat – num investimento público-privado de 33 milhões de euros.

O terminal poderá operar comboios de 850 metros, em bitola ibérica e internacional, e terá capacidade de parqueamento para 545 camiões. Poderá carregar um semi-reboque a cada cinco minutos e um comboio, com uma média de 40 unidades, numa hora, tudo com recurso a um tractor, sem necessidade de gruas.

A auto-estrada ferroviária poderá, segundo o Porto de Barcelona, captar 10% do tráfego pesado actualmente existente entre as capitais catalã e francesa e 13% do que segue até à Alemanha. Além disso, estudos efectuados a propósito da Rede Transeuropeia de Transportes concluem que a procura do transporte ferroviário de mercadorias pela fronteira entre a Catalunha e a França pode aumentar mais de 700%.

Comments are closed.