A partir de 2016, todos os pesados de mercadorias estrangeiros que circulam na Bélgica poderão ficar sujeitos ao pagamento de portagens.

Actualmente, apenas os camiões de +12 toneladas matriculados na Bélgica, Luxemburgo, Países Baixos, Dinamarca e Suécia estão sujeitos ao pagamento de uma taxa quilométrica em território belga.

A ideia é generalizar o pagamento a todas as nacionalidades e abranger todos os veículos de mercadorias de +3,5 toneladas.

Segundo cálculos avançados pela imprensa local, os camiões estrangeiros que circulam na Bélgica percorrerão uns 4,7 mil milhões de quilómetros anuais no país. A cobrança de portagens, à razão de 11 a 14 cêntimos/km, poderia representar uma receita anual entre os 900 milhões e os 1,1 mil milhões de euros.

Mesmo contabilizando as despesas de funcionamento do sistema, avaliadas em 250 milhões de euros, as regiões belgas poderiam ainda assim embolsar uns 750 milhões de euros/ano.

Os comentários estão encerrados.