O Bluetech Accelerator Ports & Shipping 4.0 seleccionou 15 startups para desenvolverem 23 projectos ligados à Economia do Mar. Os primeiros resultados serão apresentados em Setembro.

 

Portugal é o país mais representado nesta fase do Bluetch Accelerator, com quatro startups em 15. São os casos da Bizcargo, eShip, Sensefinity e Sevways.

Entre as 15 seleccionadas há startups de Portugal, Alemanha, Bélgica, Brasil, EUA, Irlanda, Israel e Reino Unido, o que diz bem do interessado que esta iniciativa do Ministério do Mar despertou a nível internacional. De resto, no recente bootcamp, em Lisboa, participaram 21 startups de 11 países.

A partir daqui, as iniciativas seleccionadas terão até Setembro para aprimorar os seus projectos, para os apresentarem publicamente no Demo Day.

O Bluetech Accelerator Ports & Shipping 4.0 é uma iniciativa do Ministério do Mar, coordenada pela DGPM com o apoio da Fundação Luso-Americana para o Dessenvolvimento.

Porto de Leixões, Porto de Sines, Grupo ETE, Grupo Portline e Inmarsat são os parceiros empresariais deste programa.

O Bluetech Accelerator tem como principal desígnio a criação de um ecossistema de inovação na Economia do Mar. Com ele pretende-se identificar, seleccionar e capacitar startups com modelos de negócios sustentáveis e com potencial de integração de pilotos junto dos grandes players nacionais e internacionais da Economia Azul.

» Acelerador da economia do mar atrai 87 startups

Comments are closed.