A Boeing venceu a Airbus nos primeiros sete meses, tanto em termos de encomendas como de entregas de aviões.

CHINA-HAINAN-BOEING

O construtor norte-americano registou 380 pedidos líquidos (isto é, já sem os cancelamentos), no montante de 67,14 mil milhões de dólares (60,9 mil milhões de euros), a preços de catálogo.

Já o construtor europeu teve 367 encomendas líquidas que totalizaram 50,6 mil milhões de dólares (45,9 mil milhões de euros).

Sem surpresas, os modelos mais populares são o A320, na Airbus, e o B737, na Boeing.

Em termos de entregas efectivadas no período de Janeiro a Julho, o construtor americano realizou 439, mais 86 do que o concorrente europeu, que entregou 353 aeronaves no mesmo período.

Os 439 Boeing entregues dividiram-se assim: 286 B737, 76 B787, 57 B777, 11 B767 e nove B747. Já os 353 da Airbus foram os seguintes: 162 A320ceo, 99 A321ceo, 33 A330-300, 21 A319ceo, 16 A300-200, 15 A380, quatro A350-900, dois A330-200F e um A318.

Tags:

Comments are closed.