A Bolloré Consortium venceu o concurso para a construção e exploração do novo porto de Tibar, em Timor-Leste. O contrato da parceria público-privados será assinado no decurso do primeiro trimestre de 2016.

TibarLayout

A novidade foi avançada pelo primeiro ministro timorense no final da reunião do Conselho de Ministros que analisou o relatório final do concurso público e aprovou as condições do contrato de concessão por 30 anos, a ser assinado por ambas as partes.

Com um custo estimado em 400 milhões de dólares, a construção do novo porto, que servirá a capital timorense Dili, deverá ficar concluída até ao final do próximo ano.

O porto deverá ter capacidade para receber passageiros e mercadorias e processar cerca de um milhão de toneladas/ano.

Na corrida à concessão, os franceses do grupo Bolloré tiveram como adversária a britânica Peninsular & Oriental Steam Navigation Company, subsidiária da DP World, do Dubai.

O grupo Mota-Engil chegou a interessar-se pelo projecto mas não formalizou a apresentação de qualquer proposta. O mesmo fez a ICTSI, dss Filipinas.

 

Tags:

Comments are closed.