O Departamento de Saúde e Assistência Social (DHSC, na sigla em inglês) do Reino Unido anunciou um contrato de 25 milhões de libras (27,4 milhões de euros) para criar um serviço de entregas de medicamentos e dispositivcos médicos no país em caso de um Brexit “duro”.

O concurso do sistema nacional de saúde britânico, já publicado no Jornal Oficial da União Europeia, faz parte dos planos do governo do Reino Unido para assegurar os abastecimentos em caso de saída da UE a 31 de Outubro sem um acordo e período de transição associado (“hard” Brexit)..

O contrato terá duração de até dois anos (12 meses com uma extensão adicional de outros 12 meses).

O DHSC dá conta que os possíveis licitantes têm até 21 de Agosto para enviar propostas. Os vencedores deverão ser anunciados em Setembro. O serviço a concurso compreende a entrega de pequenas encomendas de remédios ou dispositivos médicos, 24 horas por dia, para todo o Reino Unido, além do transporte de quantidades maiores, em paletes, com prazos de dois a quatro dias. Embora a maioria dos produtos sejam medicamentos e produtos médicos padrão, o serviço expresso também deverá, se necessário, distribuir produtos com temperatura controlada.

Tags:

Comments are closed.