A britânica HS1 anunciou que está em negociações avançadas com três operadores internacionais para lançar um comboio de Alta Velocidade directo entre Londres a Bordéus.

A proprietária e operadora da primeira linha de Alta Velocidade do Reino Unido revelou que está a trabalhar com a Lisea, a Eurotunnel e a SNCF Réseau nos horários e composições da rota. As partes esperam colocar o serviço em operação “nos próximos anos”.

No presente, os passageiros que viajam entre a capital inglesa e a cidade do Sudoeste de França têm de trocar de comboio em Paris, o que significa um tempo de viagem de cerca de 6h30. Ao utilizar a nova linha de Alta Velocidade do Atlântico Sul, inaugurada em Julho de 2017, com 302 km, entre Tours e Paris, o novo serviço ligará as duas cidades em menos de 5 horas.

Um porta-voz da HS1 afirmou que a rota directa Londres-Bordéus será capaz de assumir-se como opção às companhias aéreas de baixo custo. No presente, 1,2 milhões de passageiros voam por ano entre os dois destinos.

A HS1 também está em negociações com outros operadores ferroviários para lançar rotas para Frankfurt e Genebra. “Como vimos com a recente introdução do serviço Eurostar Londres-Amesterdão, existe uma procura real de operação internacionais de comboios que ofereçam um serviço confortável e mais bem conectados, especialmente para viagens de lazer”, afirmou o CEO da HS1, Dyan Crowther.

 

Os comentários estão encerrados.