A British Airways e o sindicato dos pilotos (BALPA) chegaram a acordo sobre o ajustamento das condições laborais por causa da Covid-19.

British Airways vai despedir 270 pilotos

 

O acordo, que terá ainda de ser aprovado pelos membros do sindicato, prevê que a British Airways despeça 270 pilotos, com outros 300 a serem integrados numa reserva, ganhando menos, à espera de serem de novo chamados para retomar a actividade.

Em termos genéricos, os pilotos verão os seus salários reduzidos de imediato em cerca de 20%, com os cortes a caírem para 8% num prazo de dois anos até voltarem ao normal, no longo prazo.

Afectada pela crise da Covid-19, a British Airways anunciou inicialmente a intenção de despedir cerca de 1 250 pilotos, propondo-se voltar a contratá-los  com piores condições.

O sindicato considerou o acordo “o melhor que se pôde conseguir nestas circunstâncias”, mas criticou a recusa da BA em implementar mais medidas mitigadores que, disse, “evitariam a perda de empregos, sem custos para a BA”.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*