A Brittany Ferries baptizou os seus dois próximos navios de Kerry e Santoña. Os planos de renovação de frota da companhia francesa visam uma redução das emissões de CO2.

Kerry é o nome do navio que será contratado, em regime de fretamento, pelo período de um ano. A embarcação será entregue em Novembro próximo e será alinhada na rota Cork-Santander da Brittany Ferries até Novembro de 2020.

Santoña foi o nome escolhido para o terceiro navio da classe E-Flexer. Destinado a ser fretado pela Stena, faz parte do programa de 550 milhões de euros de renovação da frota da companhia, com foco no
desenvolvimento sustentável.

Terceiro navio movido a GNL a juntar-se à frota da Brittany Ferries, o Santoña chegará em 2023. Será um navio-gémeo do Salamanca, que deverá ser entregue em 2022.

“A Brittany Ferries está comprometida com o GNL como a solução de abastecimento mais ecológica actualmente disponível para o transporte”, afirmou, em comunicado, Frédéric Pouget, director de frotas e operações
portuárias da companhia.

“Apesar do investimento significativo feito em tecnologia de scrubbers para os nossos navios, sabemos que a melhor maneira de respeitar os ambientes em que operamos e exceder as metas de redução de emissões é comprometermo-nos com o GNL. Foi o que fizemos com um investimento superior a 500 milhões de euros”, acrescentou.

O primeiro navio a GNL da companhia, o Honfleur, estará operacional no próximo ano. Está actualmente em construção na Alemanha e servirá na rota de Portsmouth para Caen, a mais movimentada da Brittany Ferries.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*