Para ajudar no combate ao dumping social no transporte rodoviário de mercadorias, a Comissão Europeia vai co-financiar um projecto-piloto italiano de monitorização da circulação dos camiões nas estradas do país.

camiões - estradas - itália

O sistema proposto pelos transportadores italianos prevê o rastreamento da circulação dos pesados de mercadorias com o auxílio de satélites.

O projecto-piloto terá a duração de seis meses e, caso obtenha resultados positivos, será necessário desenvolver a regulamentação necessária, a partir de Janeiro de 2017.

A notícia do apoio comunitário à iniciativa foi avançada pela Federação Italiana de Transportadores Profissionais (Fiap), após ter reunido, em conjunto com a associação Agorà, com representantes da secção dos transportes, energia, infraestruturas e sociedade da informação do Comité Económico e Social Europeu.

As associações de transporte italianas pretendem, com este controlo da circulação de camiões no país, lutar contra o dumping social no sector, sobretudo no que respeita à cabotagem, que é realizada principalmente por empresas do Leste da Europa. O objectivo é que todos os transportadores cumpram as normas vigentes em Itália.

 

 

 

Comments are closed.