O aeroporto de Budapeste investiu 50 milhões na BUD Cargo City, para se afirmar como o gateway de carga aérea da Europa Central e de Leste.

A  BUD Cargo City, agora inaugurada, integra instalações de armazém e escritório com 21 200 m2 e um edifício de 11 650 m2 para transitários, a ser ocupado a partir de Janeiro próximo. A base logística tem também uma zona adjacente de 32 mil m2 para receber, em simultâneo, as operações de carga e descarga de dois aviões Boeing 747-8F.

Escalam em Budapeste 44 companhias aéreas, que transportaram 14,9 milhões de passageiros para 125 destinos em 45 países em 2018, uma subida de 13,5% face a 2017. O aeroporto da capital da Hungria movimentou 146 113 toneladas de carga aérea no ano passado, mais 15,9% do que no exercício anterior, um volume que permanecerá estável em 2019.

Com as novas instalações, a capacidade total de movimentação de carga aérea do aeroporto aumentará para 250 mil toneladas por ano.

 

 

This article has 1 comment

  1. É mais 1 exemplo da incompetência de A Costa & F Medina que insistem em não licenciar a obra de construção do HUB de caraga aéra da DHL no aeroporto de Lisboa e já passaram 9 anos desde que o interesse foi manifestado !