Depois da ponte-cais, cuja primeira fase será oficialmente inaugurada amanhã, o porto de Cabinda (Angola) propõe-se investir num novo quebra-mar para garantir o acesso a navios de maiores dimensões.

A nova ponte-cais, por enquanto com apenas 110 metros de extensão, está a operar em regime experimental desde os últimos dias de Maio passado. A conclusão da obra está prevista para Setembro próximo. Então, a ponte-cais terá 319 metros de comprimento e 32 metros de largura, o que permitirá operar em simultâneo dois navios de 130 metros.

Os fundos disponíveis são de -8,5 metros, o que também facilita a escala de navios de maior porte.

Para reforçar as condições de segurança do porto, anuncia-se para breve o arranque da construção de um molhe de protecção e a realização de dragagens para manutenção dos fundos no canal e bacia de manobra.

Com a nova ponte-cais e o novo terrapleno para parqueamento de contentores, as autoridades angolanas esperam um forte crescimento da actividade marítimo-portuária no enclave, desde logo pela recuperação de tráfegos que têm “fugido” para o porto vizinho de Pointe Noire (no Congo Brazzaville).

Comments are closed.