O governo de Cabo Verde aguarda a  conclusão dos estudos de levantamento da real situação da TACV para de seguida “tentar encontrar um parceiro credível que resolva em definitivo a questão da companhia aérea”, afirmou em Lisboa o primeiro ministro do país.

TACV

José Maria Neves garantiu que no entretanto o Executivo caboverdiano continuará a apoiar a TACV, nomeadamente agora que a transportadora foi suspensa da Câmara de Compensação da IATA. A suspensão decorre do esgotamento da caução da TACV e implica que a companhia aérea tenha agora de efectuar todos os pagamentos a pronto ou mesmo antecipadamente.

O primeiro ministro de Cabo Verde disse esperar que a situação não atrapalhe os voos, particularmente nesta época natalícia, mas reconheceu que a suspensão da IATA cria problemas de tesouraria e de imagem e confiança da companhia.

José Maria Neves fez estas declarações sobre a TACV à margem do VI Encontro de Jovens Investigadores Cabo-Verdianos, que decorre até domingo nas instalações da Universidade Lusófona em Lisboa.

Tags:

Comments are closed.