A Autoridade do Canal do Suez (ACS) decidiu prolongar os descontos nas taxas de passagem para os navios porta-contentores e superpetroleiros (VLCC). Esta medida surge na sequência de cortes de longa duração nas “portagens” dos navios de granéis secos.

O prolongamento agora anunciado diz respeito a VLCC provenientes do Golfo Pérsico ou do Caribe em viagens de ida e volta que transitem no canal depois de descarregarem parte da carga no oleoduto Sumed.

Os VLCC na viagem de regresso da entrada Norte têm de pagar uma quantia fixa de 180 mil dólares (150 mil euros). Este montante  inclui taxas adicionais cobradas por rebocadores, chegada após o tempo limite de tempo e reserva no comboio.

Quanto aos petroleiros, a ACS indica um desconto de 45% aos navios provenientes dos portos do Golfo do México e do Caribe que se dirijam para os portos a Oeste do sub-continente indiano a partir de Karachi em rota para Cochin, e uma redução de 75% para os que se dirigirem para os portos localizado a Leste de Cochin.

Os petroleiros provenientes de portos da América Latina, a começar pela Colômbia, com destino a Oeste do sub-continente indiano a partir de Karachi e indo para Cochin, têm um desconto de 65% na portagem. Já os que se dirigem para o Leste de Cochin beneficiam de um corte de 75%.

Separadamente, a redução das tarifas oferecidas aos navios porta-contentores provenientes dos portos da América Oriental e para os portos do Sul e do Sudeste asiático será mantida em vigor até ao final de Junho de 2018.

Os porta-contentores com origem no porto de Norfolk e a Norte deste a caminho de Port Kelang e dos portos a Oriente deste têm uma redução de 45%.

Já os navios provenientes de portos a Sul de Norfolk que se dirigem para Port Kelang e portos a Oriente deste contam com um desconto 65%.

Além disso, embarcações provenientes de portos ao Sul de Norfolk destinados a Colombo e aos portos a Oriente deste localizados até Port Kelang têm uma redução de 55%.

 

 

 

Comments are closed.