A Azul Linhas Aéreas Brasileiras, candidata à privatização da TAP, finalizou o contrato com a Embraer para a compra de 30 aviões a jacto E195-E2.

Azul

O contrato, anunciado ainda durante a edição do ano passado da Feira Internacional de Farnborough, contempla ainda uma opção de compra para mais 20 jactos do mesmo modelo, o que poderá elevar o negócio para cerca dos 3,2 mil milhões de dólares, a preços de catálogo.

A entrega do primeiro aparelho está prevista para o segundo trimestre de 2020.

A companhia aérea brasileira opera um total de 82 E-Jets, o que faz da Azul a operadora da maior frota mundial de Embraer E195.

A Azul serve a maior rede de destinos no Brasil. Com uma frota de 143 aparelhos, efectua mais de 900 voos diários.

A companhia é detida por David Neeleman e por fundos de investimentos. Juntos com o Grupo Barraqueiro estão na corrida à privatização da TAP. A proposta apresentada contempla o reforço da frota com 53 novos aparelhos.

Tags:

Comments are closed.