Os interessados na compra de 51% do porto do Pireu têm agora até 3 de Dezembro para apresentaram as respectivas propostas vinculativas, depois do Fundo de Desenvolvimento de Activos da República Helénica ter adiado o prazo inicial, que era o fim do Outubro.

Porto do Pireu

O anúncio do alargamento do prazo foi feito pelo presidente da agência de privatizações do país, Stergios Pitsiorlas, que, citado pela “Reuters”, justificou o atraso com as eleições legislativas de 20 de Setembro.

Em Agosto, a Grécia assinou um memorando de entendimento (MoU, na sigla em inglês) com os credores internacionais, dando como garantia para um novo resgate de 85 mil milhões de euros, entre outras, a privatização dos portos do Pireu e de Salónica.

No caso do porto de Salónica, o processo de privatização, previsto para o final de Fevereiro de 2016, deverá ser também retardado pelo menos um mês.

Dois meses antes da assinatura do MoU, a Grécia convidou a Cosco, a APM Terminals e a ICTSI a apresentarem propostas para adquirirem 51% do porto do Pireu.

O vencedor do concurso público poderá aumentar a participação até aos 67% caso invista 300 milhões de euros no porto no período de cinco anos.

 

Os comentários estão encerrados.