As comemorações do Ano Lunar chinês e o congestionamento dos portos norte-americanos da costa Oeste deram um forte impulso ao mercado mundial da carga aérea em Fevereiro, reporta a IATA.

Carga aérea

Em termos homólogo, o mercado cresceu 11,7% em volumes transportados, superando largamente o aumento da oferta de capacidade que se ficou pelos 7,4%

O crescimento foi liderado pelas companhias da Ásia-Pacífico, que movimentaram mais 20,8% em volume. Superando inclusivamente o registo das operadoras do Médio Oriente (mais 17,6%), que nos últimos tempos têm sido as que mais crescem.

Entre os principais mercados, também a América do Norte registou um forte desempenho, com um avanço de 8,7%.

Anémico continua o mercado europeu da carga aérea. Em Fevereiro cresceu apenas 1,1% em volume, menos que os 2,4% de aumento da oferta, daí resultando nova degradação da taxa de ocupação.

No balanço dos dois primeiros meses de 2015, o mercado mundial de carga aérea cresce 7,5%. Mas Tony Tyler, CEO da IATA, avisa que o que aconteceu em Fevereiro foi excepcional e que as expectativas da associa para o ano corrente se mantêm num crescimento de 4-5%.

A região do Médio Oriente lidera o crescimento (15,2%), seguida da Asia-Pacífico (12,7%), de África (5,5%) e da América do Norte (4,8%). Ao invés, a Europa recua 0,2% e América Latina 8,6%.

 

Tags:

Comments are closed.