A movimentação de carga no aeroporto do Porto cresceu perto de 11% em Abril, com isso reduzindo as perdas acumuladas para 4,7%, divulgou a Direcção do aeroporto nortenho.

No último mês, as estatísticas da ANA contabilizaram 2 610 toneladas no aeroporto do Porto. Desde Janeiro, o valor acumulado atinge as 11 205 toneladas.

A Air France, à conta da sua operação semanal de um voo cargueiro, voltou a destacar-se em Abril, mais do que duplicando a carga movimentada até às 417 toneladas. Desde Janeiro soma 1 837 toneladas, mais 47% que há um ano.

A crescer, em Abril, esteve também a EAT, que opera os voos da DHL. Transportou 600 toneladas, mais 6% que em 2010, elevando para 2 544 toneladas o acumulado – praticamente o mesmo do ano passado.

Na frente do ranking no aeroporto do Porto mantém-se a Star Air (a operadora da UPS). Apesar de ter perdido 3% em Abril, para as 693 mil toneladas, e de estar a ceder 6% no ano, com 3 106 toneladas acumuladas.

A TAP Portugal é, entre as principais companhias, a que mais perde neste arranque de ano, em termos homólogos: 19% para as 1 462 toneladas. Em Abril cedeu mais 3%, com um registo de 379 toneladas.

Nas passagens, o aeroporto do Porto continua imparável, com um crescimento acumulado de 22% para muito perto dos 1,75 milhões de viajantes. Em Abril foram mais de 530 mil, uma subida de quase 37% que nem o facto de a comparação ser feita com o tempo da “crise das cinzas” diminui.

Comments are closed.