A anunciada redução da frota de cargueiros da Air France não afectará as operações do voo semanal no aeroporto Francisco Sá Carneiro, apurou o TRANSPORTES & NEGÓCIOS.

Num esforço para reduzir custos e recuperar a rendibilidade, o Grupo Air France anunciou a redução da sua frota de cargueiros, de cinco para quatro, o reforço da integração da Air France Cargo, KLM Cargo e Martinair e a revisão do network.

As mudanças anunciadas não afectarão, todavia, as operações da companhia em Portugal, garantiu ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS o director de vendas para Portugal.

Há já vários anos que a companhia escala semanalmente o aeroporto Francisco Sá Carneiro, primeiro com um A330 e desde 2009 com um B777-200 LRF, com uma capacidade de 100 toneladas. E assim continuará a ser, garantiu aquele responsável. “As operações continuam normalmente às quartas-feiras, com o horário 19h50 – 00h15”, disse Amílcar Horta.

O avião chega ao Porto proveniente de Paris-Charles de Gaulle, “onde carrega 60% [da capacidade] com mercadorias variadas de outros países” e em Pedras Rubras carrega “os restantes 40%, fundamentalmente da Inditex”, antes de seguir para o México.

O cargueiro é o único avião da Air France-KLM a operar no Porto, pelo que toda a carga restante processada pela companhia sai do “Francisco Sá Carneiro” por estrada.

No primeiro trimestre deste ano, de acordo com os números divulgados pela ANA Aeroporto do Porto, a Air France movimentou 1 218 toneladas, menos 14% que no mesmo período de 2011.

Amílcar Horta desvalorizou aqueles números, que “não correspondem minimamente à verdade” pois “não consideram a carga transportada por camião”, disse.

Comments are closed.