A Carnival encomendou ao estaleiro alemão Meyer Werft os quatro primeiros navios de cruzeiros movidos a gás natural liquefeito (GNL) do mundo.

carnival-dream-rendering11

Este contrato – cujo montante não foi revelado; foi apenas indicado ser de “muitos milhares de milhões de dólares” – faz parte do plano anunciado em Março último para a construção de nove navios, para serem entregues entre 2019 e 2022. Os restantes cinco navios serão construídos pelos estaleiros italianos Fincantieri.

Os quatro navios agora contratualizados com a Meyer Werft serão construídos em Papenburg, na Alemanha (dois), e em Turku, na Finlândia (outros dois).

As embarcações, que serão exploradas pela AIDA Cruises (uma das dez empresas do grupo Carnival), terão motores híbridos (bateria e GNL) que as locomoverão tanto no porto como em mar aberto. Terão capacidade para 6 600 passageiros, distribuídos por mais de 5 000 cabines e deslocarão mais de 180 mil toneladas de arqueação bruta.

O CEO da Carnival Corporation, Arnold Donald, explica que esta encomenda insere-se na estratégia definida pela companhia para a renovação da frota por navios maiores e mais eficientes em termos de combustível. “Estamos ansiosos por dar o próximo passo no nosso plano de melhoria da frota”, referiu, citado pela assessoria de imprensa.

 

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.