As 100 locomotivas adquiridas à General Electric (GE) para o Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) deverão começar a ser entregues em Dezembro deste ano, anunciou a companhia ferroviária angolana.

CF Benguela

Segundo o presidente do Conselho de Administração do CFB, José Gomes, a chegada das primeiras locomotivas reforçará os comboios na ligação Lobito – Luau e permitirá avançar com o projecto de transporte de minérios.

Em 2013, o governo angolano e a General Electric assinaram um acordo comercial para o fornecimento de 100 locomotivas, bem como para a sua assistência técnica. O valor do contrato não foi revelado na altura, apenas que cada locomotiva custaria ao Estado angolano 200 milhões de kwanzas (1,5 milhões de euros ao câmbio da altura).

O CFB serve, além de Benguela, as províncias do interior do país, Huambo, Bié e Moxico, ligando Angola por comboio à República Democrática do Congo e à Zâmbia, numa extensão de 1 344 quilómetros.

Comments are closed.