A equipa técnica chinesa que juntamente com a sua congénere cabo-verdiana vai preparar a primeira fase de planeamento da Zona Económica Especial de Economia Marítima de São Vicente já se encontra na cidade de Mindelo, anunciou o ministro da Economia Marítima.

O ministro José Gonçalves, que admitiu que o Aeroporto Internacional Cesária Évora possa beneficiar também com o projecto, disse esperar que tudo fique pronto em Setembro, para se passar então à fase de execução, que deverá abranger sectores como os estaleiros navais, os portos, refinaria e turismo.

O secretário de Estado Adjunto da Economia Marítima, Paulo Veiga, acrescentou que as duas equipas vão “analisar tudo e fazer o levantamento, construir um plano que não deixe nada de fora”, incluindo estradas, saneamento e infra-estruturas de saúde, por exemplo.

A equipa da China é composta de 17 especialistas, encontrando-se nela representantes de “grandes empresas” chinesas, de acordo com a agência noticiosa “Inforpress”, que acrescenta ser a equipa de Cabo Verde constituída por técnicos do Instituto Nacional de Gestão do Território e dos ministérios das Finanças, dos Negócios Estrangeiros, da Economia Marítima, do Turismo e dos Transportes.

Os comentários estão encerrados.