São chineses sete dos dez maiores portos mundiais na movimentação de contentores, em 2018, de acordo com a Alphaliner.

 

A Alphaliner divulgou o ranking dos 120 maiores portos mundiais de contentores em 2018. Juntos, movimentaram 654 milhões de TEU, mais 4,9% que em 2017. Xangai permaneceu no primeiro lugar, com um total de 42 milhões de TEU, tendo crescido 4,4%.

O top 10 é dominado por portos chineses. Além de Xangai, na primeira posição, Ningbo é terceiro (26,4 milhões de TEU), Shenzhen é quarto (25,7 milhões), Guangzhou quinto (21,9 milhões), Hong Kong sétimo (19,6 milhões), Qingdao oitavo (19,3 milhões) e Tianjin décimo (16 milhões).

De resto, a Ásia controla nove dos dez primeiros lugares. Além dos portos chineses, há ainda que contar com Singapura, no segundo lugar, com 36,6 milhões de TEU processados, e Busan (Coreia do Sul), no sexto posto, com 21,7 milhões.

Perante este domínio avassalador, o único porto não-asiático no top 10 é o norte-americano Long Beach, no nono lugar, com 17,6 milhões de TEU. Note-se, porém, que o porto dos EUA teve das piores performances relativas entre os seus pares, pelo que corre o sério risco de ser ultrapassado a curto prazo.

Ainda sobre o domínio da Ásia no tráfego marítimo de contentores, diga-se que, de acordo com os dados da Alphaliner, entre os 120 maiores mundiais, 27 são da Ásia, nova dos EUA e cinco do Japão…

Roterdão é líder na Europa

O porto de Roterdão continua a ser o maior da Europa e, logo, o melhor classificado no ranking mundial. No final de 2018, ocupou a 12.ª posição, com 14,5 milhões de TEU, a crescer 5,7%.

Antuérpia, no 14.º posto, com 11,1 milhões de TEU, e Hamburgo, no 19.º lugar, com 8,8 milhões (mas a perder 1% em termos homólogos) completam a presença europeia no top 20 mundial.

Entre os 120 portos considerados no ranking elaborado pela Alphaliner, 104 cresceram face a 2017 e apenas 16 tiveram piores resultados.

Buenaventura, Lomé e Jinzhou foram as três novas entradas, em contraponto às saídas de Beirute, Puerto Limon e Dandong.

» LER MAIS

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*