O China Merchants Group vai absorver a Sinotrans & CSC dando origem a um gigante chinês com vendas de mais de 23 mil milhões de dólares em 2013.
China Merchants

No espaço de menos de um mês, Pequim aprovou duas mega-fusões na área das infra-estruturas e dos transportes. Depois da Cosco-CSCL, é agora a vez da China Merchants-Sinotrans, uma operação sobre a qual há muito se especulava.

Os detalhes da operação são ainda escassos. Certo é que a Sinotrans & CSC Holdings Co. passará a ser uma subsidiária detida a 100% pelo China Merchants Group Ltd. As duas holdings não estão listadas em Bolsa mas várias das suas subsidiárias estão, o que no limite pode obrigar ao lançamento de várias OPA.

O China Merchants Group controla, entre outros activos, o China Merchants Holdings International, o maior operador de terminais na China continental e com uma progressiva exposição internacional (detém 49% da Terminal Link, onde é parceira da CMA CGM, entre outros activos).

A Sinotrans opera em áreas como o transporte marítimo de granéis e contentores e actividades logísticas.

Com estas a outras fusões o governo chinês pretende “arrumar” os respectivos sectores da economia, criando gigantes capazes de concorrer no panorama internacional e capazes também de servir a estratégia de Pequim de recriar a “Rota da Seda”.

Comments are closed.