Dentro de sete anos, se tudo correr como previsto, a Argélia disporá de um porto de transhipment de contentores com uma capacidade projectada para atingir os 6,5 milhões de TEU em quatro anos.

135018002_14530792478961n

O novo porto será construído por um consórcio chinês e operado pela Shanghai Ports Group. As autoridades argelinas estimam que assim será mais fácil captar tráfegos  de contentores com origem/destino no Extremo Oriente, que ali façam transhipment, que utilizem as redes viária e ferroviária argelinas para chegar ao interior do continente africano.

A primeira fase do novo porto deverá estar operacional dentro de sete anos. Serão precisos depois mais quatro anos atingir os programados 23 postos de atracação e a capacidade de movimentar 6,5 milhões de TEU e 26 milhões de toneladas de mercadorias/ano.

O acordo para o desemvolvimento do novo projecto foi ontem mesmo assinado na Argélia pelo ministro dos Transportes argelino e por representantes da China Harbour Engineering Company e da China State Construction Engineering Corporation.

O projecto deverá arrancar formalmente em Março próximo, assim esteja constituída a nova sociedade que ficará responsável pelo seu desenvolvimento.

» Argélia investe três mil milhões num novo porto

Comments are closed.