O presidente da CIP (Confederação Empresarial de Portugal) diz que a greve em Setúbal "está a atingir dimensões insustentáveis" e por isso pede ao Governo que intervenha . . .

***Este conteúdo está disponível apenas para assinantes do TRANSPORTES & NEGÓCIOS! Se ainda não é assinante clique AQUI para selecionar a assinatura que mais se adequa às suas necessidades! Caso já faça parte da comunidade T&N clique AQUI para fazer o login***