A Citroën anunciou estar a preparar uma ofensiva de electrificação da sua gama de veículos comerciais compactos até 2021.

Já presente em mercados muito específicos com o Berlingo Electric, a Citroën pretende fortalecer a sua oferta eléctrica dedicada aos profissionais com o lançamento do Jumper Electric, no início de 2020, a que se juntará, em 2021, uma versão 100% eléctrica do novo Berlingo Van.

Com base na plataforma multi-energias EMP2 do Groupe PSA, a versão eléctrica do Jumpy será proposta com dois níveis de autonomia (ciclo WLTP), um de 200 km (bateria de 50 kWh) e outro de 300 km (bateria de 75 kWh). O volume de carga útil será, de acordo com a Citroën, idêntico ao das versões térmicas.

A Citroën é, actualmente, a sexta marca mais vendida na Europa, tendo, no primeiro semestre de 2019, alcançado uma quota de 9,2% do mercado de veículos comerciais ligeiros. Em Portugal, a marca do “double chevron” ocupou, de Janeiro a Outubro, o terceiro lugar do ranking de vendas, com 13,09% de quota.

A electrificação não se limitará aos veículos comerciais e englobará também os equivalentes modelos de passageiros. Com efeito, até 2025, a Citroën lançará uma grande ofensiva em electrificação, tendo por objectivo contar com 100% da sua gama electrificada.

 

Comments are closed.