As exportações em saúde atingiram os 694 milhões de euros no primeiro semestre de 2019, um crescimento de 7,5% face a igual período do ano passado.

Os dados das exportações do Instituto Nacional de Estatística foram tratados pelo Health Cluster Portugal (HCP).

As exportações da área da saúde cresceram, assim, de acordo com a entidade, a um ritmo superior ao da restante economia, uma vez que, em comparação com o ano anterior, as exportações portuguesas no primeiro semestre tiveram um crescimento de 2,9%.

Salvador de Mello, presidente do HCP, indica, citado pela assessoria de imprensa, que estes números “confirmam a importância e o potencial do sector na economia nacional e reforçam os objectivos definidos no pacto de competitividade e internacionalização. Enquanto pólo agregador na área da saúde, o HCP congratula-se com esta evolução”.

O sector representa, de acordo com a mesma fonte, um volume de negócios anual no nosso país na ordem dos 30 mil milhões de euros e um valor acrescentado bruto de cerca de nove mil milhões, envolvendo perto de 90 mil empresas e empregando quase 300 mil pessoas.

 

Comments are closed.