A CMA CGM anuncia para Março o fim da Delmas, especializada nos serviços para África. As próximas a desaparecer poderão ser a MacAndrews e/ou a OPDR.

Delmas

1 de Março de 2016 é a data marcada para o desaparecimento da Delmas, companhia adquirida em 2006 pela CMA CGM e que desde então tem sido a marca do grupo francês para os mercados africanos.

Numa inversão da estratégia seguida até aqui (com a manutenção de diferentes marcas para diferentes segmentos de mercado), a CMA CGM anuncia a aposta na sua própria marca para o mercado africano. o objectivo primordial parece ser dar maior visibilidade ao grupo numa região com um forte potencial de crescimento. Mas, claro, a plena integração permitirá novas sinergias.

Com mais de um século de experiência no mercado africano, a Delmas emprega cerca de 1 200 trabalhadores, em 58 escritórios, em 37 países.

O grupo francês detém uma rede de 74 agências no continente negro, além de terminais portuários e uma extensa rede terrestre de recolha/distribuição de mercadorias.

Na nota em que dá conta da alteração, a CMA CGM garante que manterá as equipas dedicadas aos mercados africanos mas admite ajustamentos pontuais.

Em Portugal, a Delmas já é representada pela CMA CGM.

O anúncio do desaparecimento da marca Delmas deixa em aberto a possibilidade de o processo ser seguido noutros mercados, e desde logo no short sea europeu, onde o Grupo CMA CGM actua com a MacAndrews (adquirida à Andrew Weir Shipping em 2002) e, desde o início do ano, com a OPDR.

Quando comprou a OPDR, a CMA CGM sustentou que a intenção era manter as duas marcas, mas o facto é que nas últimas semanas tem sido evidente uma aproximação com a MacAndrews, o que tem alimentado os rumores sobre uma possível fusão.

Tags:

Comments are closed.