O movimento de contentores em Tanger-Med decaiu 9,4% no primeiro semestre face ao período homólogo de 2015.

cma-cgm-tanger-med

Nos primeiros seis meses do ano, o porto marroquino processou 1 399 433 TEU, número que compara, por defeito, com os 1 546 208 TEU contabilizados entre Janeiro e Junho do ano transacto.

A quebra na actividade é explicada sobretudo pela opção da CMA CGM de transferir as suas operações de transbordo de contentores do porto marroquino para o Total Terminal International Algeciras (TTI Algeciras). A mudança ocorreu em Junho de 2015, pelo que só agora se pode medir o seu impacto nos resultados do primeiro semestre.

E a verdade é que, ao contrário de Tanger-Med, Algeciras aumentou a movimentação de contentores em 13% na primeira metade de 2016. O TTI Algeciras registou 2 345 974 TEU de Janeiro a Junho, contra 2 081 929 em igual período do ano passado.

Se dúvidas houvesse do impacto da decisão da companhia francesa nos respectivos desempenhos portuários, no primeiro semestre do ano passado, face a 2014, Algeciras tinha recuado 10,8% e Tanger-Med crescido 4%.

 

 

 

Comments are closed.