A CMA  CGM atingiu um resultado líquido de 51 milhões de euros e com isso fechou os primeiros nove meses do ano com lucros de 613 milhões de dólares, 56% acima do realizado no período homólogo de 2014.

cma-cgm-bougainville

Entre Julho e Setembro, a CMA CGM transportou 3,4 milhões de TEU (mais 3,4% em term0s homólogos). Apesar disso, o volume de negócios caiu 9% para cerca dos 4 mil milhões de dólares, resultado da quebra dos fretes. Em jeito de compensação, os custos unitários de transporte recuaram 10,7% (essencialmente à custa da baixa do preço do combustivel). Mas ainda assim, o core EBIT recuou 36,5% para os 158 milhões de dólares e a margem operacional baixou 1,7 p.p. para 4%.

Tudo sopesado, a CMA CGM conseguiu somar 51 milhões de dólares de lucros no terceiro trimestre, elevando para 613 milhões de dólares os ganhos acumulados desde Janeiro (mais 56%).

Refira-se que desde 1 de Julho a CMA CGM consolida nos seus números os resultados da OPDR, operador de shortsea recentemente adquirido.

No year-to-date, a CMA CGM transportou 9,7 milhões de TEU (mais 6,5%). O volume de negócios cedeu 3,3% para os 12,1 mil milhões de dólares. O core EBIT cresceu 39,3% e atingiu os 889 milhões de dólares. A margem EBIT chegou aos 7,3%.

Para o final do ano, os responsáveis do grupo francês antecipam a manutenção em baixa das tarifas, resultado da fraca procura. Ainda assim, apostam em fazer melhor que o mercado.

 

 

Comments are closed.