A CMA CGM e a Cosco estarão a negociar uma nova aliança, na qual pretenderão integrar também a Evergreeen e a OOCL. A Alphaliner calcula que a nova entidade poderá liderar o tráfego Leste-Oeste e provocará um terramoto em três das quatro alianças actuais.

Alphaliner - Alianças

A CMA CGM já disse que pretende retirar a APL da aliança G6, assim concretize a compra da companhia de Singapura, o que está previsto para o segundo semestre deste anos. Igualmente, foi clara ao comentar que gostaria que a Cosco-CSCL se lhe juntasse num nova aliança. A CMA CGM, note-se, esteve para integrar uma alianaç com a Maersk Line e a MSC mas acabou apeada, tendo promovido então a criação da Ocean Three com a UASC e a CSCL.

A Cosco-CSCL ainda não revelou os seus planos para depois da fusão, mas é seguro que alguma coisa terá de acontecer até porque as duas companhias integram duas alianças diferentes. A Cosco está na CKYHE e a CSCL na O3.

Na sua análise, a Alphaliner sustenta que a Evergreen (actualmente na CKYHE) e a OOCL (G6) também poderão ser aliciadas para integrarem a nova aliança. Nenhuma das duas comenta, até porque, no caso da Evergreeen, ainda se cumpre o período de luto pela morte do seu fundador.

Certo é que a criação de uma nova mega-aliança representará, de facto, uma alteração profunda no panorama do sector, deixando isoladas as restantes oito companhias das alianças Ocean Three, CKYHE e G6. Algumas das quais estão a debater-se para evitar a falência, como é o caso da HMM.

E não só. Pelas contas da Aphaliner, em termos de capacidade, a nova aliança, que denomina de 2CEO, seria líder no tráfego Leste-Oeste, cm uma vantagem interessante sobre a 2M de Maaersk e MSC.

Embora a composição final da nova aliança ainda possa mudar, os objectivos dos seus promotores são claros, sublinha a Alphaliner. Por um lado, concluir um grupo coeso e duradouro para fazer frente à liderança da 2M; e, por outro, fazer com que as quatro companhias “fujam” dos parceiros mais fracos nas actuais alianças.

 

 

Comments are closed.