A CMA CGM e o Grupo Multiparques vão operar conjuntamente um terminal no porto do Lobito, o segundo mais importante de Angola.

O acordo foi firmado em Paris, na presença dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos governos de Paris e de Luanda.

O grupo francês propõe-se utilizar o porto do Lobito como uma plataforma intermodal, para servir as vizinhas cidades do Huambo e de Benguela (as maiores do país depois da capital) e também para, aproveitando a renovada via ferroviária, chegar ao interior de Angola e à vizinha República Democrática do Congo.

O novo terminal deverá ficar operacional ainda durante o corrente ano.

O acordo com o grupo angolano prevê também o investimento numa rede de plataformas logísticas.

Em Dezembro, a CMA CGM reforçou a presença no Lobito com a inclusão do porto angolano na rotação do seu serviço SAMWAF (entre a costa atlântica da América do Sul e a costa ocidental de África, com ligações à Nigéria, Congo, Gabão, R.D. Congo e Togo).

E para hoje mesmo está prevista a primeira escala no Lobito da Linha WAX, que liga o Extremo Oriente à costa ocidental de África.

Os comentários estão encerrados.