A CMA CGM, através da Terminal Link, é um dos candidatos à compra de 67% do porto de Salónica. A companhia francesa vê na privatização do porto grego a oportunidade de criar um hub para o Leste da Europa.

Porto de Salónica

A CMA CGM entra na corrida em consórcio com a Deutsche Invest Equity Partners (sócio maioritário) e com o grupo greco-russo Ivan Savvidis.

Outros candidatos anunciados à privatização do segundo maior porto grego, cujas ofertas podem ser apresentadas até dia 24, são a DP Wolrd, a japonesa Mitsui & Co Ltd e a filipina International Container Terminal Services (ICTSI).

O vencedor terá de investir 180 milhões de euros na expansão e modernização do porto até 2021.

A privatização do porto de Salónica deveria ter acontecido em 2016 mas foi adiada por mudanças no perímetro da privatização e no montante do investimento exigível ao futuro accionista.

O porto do Pireu foi privatizado em 67% ao grupo Cosco em Agosto do ano passado. A privatização dos portos inscreve-se no plano de contrapartidas ao resgate financeiro da Grécia iniciado em 2014.

 

Comments are closed.