A CMA CGM já garantiu “compromissos firmes” da banca para financiar a compra de 67% das acções da Neptune Orient Lines (NOL) ao fundo estatal de Singapura Temasek Holdings. A “Reuters” dá conta que o sindicato bancário poderá incluir o HSBC, o BNP Paribas e o JP Morgan.

CMA CGM

Ao preço por acção actual de 1,205 dólares de Singapura (0,80 euros), a NOL tem uma avaliação de mercado de 3,1 mil milhões de dólares de Singapura (2,1 mil milhões de euros), o que “quantifica” os 67% do negócio em 2,1 mil milhões de dólares de Singapura (1,4 mil milhões de euros). Se a operação de compra for bem sucedida, a CMA CGM será obrigada a apresentar uma oferta posterior para adquirir o resto da empresa, o que poderá levar a NOL a sair de Bolsa.

A NOL e a CMA CGM estão em negociações há algumas semanas, após a holding Temasek ter escolhido a companhia francesa, em detrimento da Maersk Line, para negociar em exclusivo a compra da NOL. O negócio deverá ficar decidido até à próxima segunda-feira (dia 7).

A NOL opera no transporte marítimo de contentores com a insígnia APL. De acordo com a Alphaliner, controla 86 navios com uma capacidade agregada de 537 571 TEU (2.6% do total mundial). Não lhe são conhecidas encomendas de novos porta-contentores.

Comments are closed.